segunda-feira, 9 de agosto de 2010

LEIRIA E DOM DINIS - REI POETA-LAVRADOR?







O 6º. Rei de Portugal, D. Dinis, nasceu a 9 de Outubro de 1261 e era filho de D. Afonso III e Dona Beatriz de Castela.
Mesmo sendo mimoseado com muitas histórias e historietas, não deixou por isso de ser um dos mais notáveis Monarcas da História de Portugal, que recebeu, quando jovem, uma esmerada educação.
Afirma-se que foi cognominado como "o Lavrador" por ter "semeado" os pinhais de Leiria e Azambuja, mas tal não será assim tão ponto assente, porque ele não "semeou" nem "plantou" o Pinhal de Leiria ou o da Azambuja, antes terá ordenado que se fizesse... o que já é mais do que aquilo que hoje se usa fazer. Mas deu um grande impulso à agricultura no Reino de Portugal, disso não restam dúvidas. Foi um político bastante hábil e um literato de talento singular.
Do casamento com Dona Isabel de Aragão - a Rainha Santa - efectuado a 24 de Junho de 1288, nasceram D. Constança, que foi esposa de Fernando IV de Castela, e D. Afonso, que lhe sucedeu no trono. Mas houve outros filhos fora do matrimónio, como são exemplos Afonso Sanches, que chegou a ser o seu menino preferido; D. Pedro Afonso, Conde de Barcelos, famoso autor do mais extraordinário dos Livros de Linhagem; D. João Afonso, que seu irmão, já como Rei D. Afonso IV mandou degolar; D. Afonso Sanches, Dona Maria Afonso e uma certa freira de Odivelas que também seria Maria Afonso.
Tirando a referância ao Pinhal de Leiria, ainda não justifiquei o porquê do título deste escrito, mas saibam que vários foram os Reis que tiveram uma especial predileção pela cidade, como D. Dinis, que ali veio a residir por diversas vezes, com sua esposa Dona Isabel, a quem veio a doar "a villa e seo castello", sendo este escolhido para ali criar o seu herdeiro, o Príncipe D. Afonso.
Recorda-se que os Paços, nessa altura, se situavam no antigo seminário, que foi Regimento de Artilharia Ligeira 4 e hoje alberga o Comando Distrital da Polícia se Segurança Pública.
É atribuída a D. Dinis a adaptação do Castelo a palácio, a reconstrução da capela de Nossa Senhora da Pena e o início da construção da poderosíssima Torre de Menagem, em 08 de Maio de 1324, poucos meses antes do seu falecimento.
Esta torre foi concluída no reinado do seu sucessor, conforme inscrição que podemos encontrar no seu exterior.

NO MUNDO ASSIM...

NO MUNDO  ASSIM...
era bom viver nesta terra... bonita!