terça-feira, 15 de janeiro de 2013

PREITO DE HOMENAGEM


SAUDADES DE MINHA MÃE

Minha Mãe
concebeste- me por amor ,
E sempre me protegestes tão bem
desde o dia em que nasci...
...eu era o teu menino
dizias tu, satisfeita,
pois não vias no mundo
uma criança mais perfeita.
Querias conduzir-me pela vida,
levar-me sempre pela mão,
para a escola, para o jardim...
...tinhas tanto amor no coração
para os meus irmão e para mim,
a tua mais nova paixão!

Deste-me exemplos de humildade,
de como se ama um irmão;
Pois será sempre deles, na verdade,
uma parte do teu coração.
Respeito pelo próximo, solidariedade,
verdade, honestidade e paciência,
espalhando pelo mundo a paz e caridade...
valores que não precisam de ciência!...

Saudade é o que sinto por ti, Mãe…
...partistes há tantos anos... 62...
...não morrestes em mim, mas porém,
nada foi igual para mim, depois!
Na saudade que em mim ficou
parece ter-te sempre não presente
e que nenhum anjo te levou...
sinto que me olhas tão docemente
e o carinhos e afagos teus redobrou
porque te amo, óh Mãe, hoje e sempre,
mesmo depois do tempo que passou...
E sei que nunca estivestes ausente
nos dias em que a saudade apertou!

 
Poema de Victor Elias
nos 62 anos da morte daMãe

NO MUNDO ASSIM...

NO MUNDO  ASSIM...
era bom viver nesta terra... bonita!